buscar

Dicas

Qual a diferença de câmbio CVT e automático?

Escolher entre um câmbio CVT e um automático convencional depende de preferências. CVT economiza combustível, automático oferece resposta imediata.
Publicado em Dicas dia 29/12/2023 por Alan Corrêa

A escolha do câmbio automático é uma decisão importante na compra de um carro. Dois sistemas que frequentemente surgem nessa escolha são o câmbio CVT (Continuously Variable Transmission) e o câmbio automático convencional. Ambos têm suas vantagens e desvantagens, e a escolha certa depende das preferências individuais e das necessidades de cada motorista. Neste artigo, vamos explorar em detalhes as diferenças entre esses dois tipos de câmbio, para que você possa tomar uma decisão informada ao adquirir seu próximo veículo.

Como Funciona o Câmbio CVT?

O câmbio CVT, ou Transmissão Continuamente Variável, é um sistema de transmissão que opera de maneira diferente em comparação com o câmbio automático convencional. Em vez de utilizar engrenagens fixas para mudar as marchas, o CVT emprega um conjunto de polias e uma correia metálica ou corrente para proporcionar uma variação contínua nas relações de marcha. Isso significa que não há engrenagens tradicionais no CVT.

“Saiba as diferenças entre câmbio automático e CVT e faça a escolha certa.”

O Funcionamento do Câmbio Automático Convencional

Por outro lado, o câmbio automático convencional utiliza engrenagens fixas para controlar as mudanças de marcha. Em vez de uma correia ou corrente, ele depende de um conversor de torque para transferir energia do motor para a transmissão. Esse conversor de torque funciona como uma embreagem automática e é responsável por engatar e desengatar as marchas.

Vantagens do Câmbio CVT

Maior Eficiência Energética Uma das principais vantagens do câmbio CVT é sua eficiência energética. Como ele não possui marchas fixas, o motor pode operar em seu ponto ideal de eficiência durante a aceleração, resultando em um menor consumo de combustível. Isso faz do CVT uma escolha atraente para aqueles que desejam economizar combustível, especialmente em condições de trânsito urbano.

Dirigibilidade Suave

O câmbio CVT oferece uma condução suave e contínua, pois não há interrupções nas mudanças de marcha. Isso elimina o “tranco” comum em câmbios automáticos convencionais durante a troca de marchas. A dirigibilidade suave é especialmente apreciada por aqueles que buscam um passeio confortável.

“Saiba as diferenças entre câmbio automático e CVT e faça a escolha certa.”

Desvantagens do Câmbio CVT

Sensação de Potência Limitada Alguns motoristas relatam que o câmbio CVT pode dar a sensação de falta de potência, pois o motor tende a operar em rotações mais baixas para otimizar o consumo de combustível. Isso pode fazer com que o carro pareça menos responsivo ao acelerador, o que pode não agradar os entusiastas da velocidade.

Manutenção Mais Cara

Apesar de sua construção mais simples em comparação com o câmbio automático convencional, a manutenção do CVT pode ser mais cara. Isso ocorre porque muitas peças de reposição são importadas, o que pode encarecer as visitas à oficina.

Vantagens do Câmbio Automático Convencional

Resposta Imediata O câmbio automático convencional oferece uma resposta mais imediata ao acelerador, tornando a aceleração mais rápida e proporcionando uma sensação de potência superior. Isso pode ser especialmente importante para quem gosta de uma condução mais esportiva.

Conforto nas Ultrapassagens

Em situações de ultrapassagem, o câmbio automático convencional pode ser vantajoso, pois permite que o motorista tenha um maior controle sobre a troca de marchas. Isso pode ser útil ao precisar de um aumento repentino de potência.

Desvantagens do Câmbio Automático Convencional

Menor Eficiência Energética Em comparação com o CVT, o câmbio automático convencional tende a ser menos eficiente em termos de consumo de combustível. As mudanças de marcha podem resultar em uma perda de eficiência, especialmente em trânsito urbano.

“Saiba as diferenças entre câmbio automático e CVT e faça a escolha certa.”

Sensação de “Tranco”

O câmbio automático convencional é conhecido por produzir um “tranco” perceptível durante as mudanças de marcha. Isso pode ser inconveniente para alguns motoristas que preferem uma condução mais suave.

Escolhendo o Câmbio Certo para Você

A escolha entre um câmbio CVT e um câmbio automático convencional depende das suas preferências individuais e do seu estilo de condução. Se você valoriza a eficiência energética e a dirigibilidade suave, o CVT pode ser a melhor opção para você. Por outro lado, se deseja uma resposta imediata ao acelerador e um maior controle sobre as marchas, o câmbio automático convencional pode ser mais adequado.

Lembre-se de considerar suas necessidades específicas ao escolher o câmbio certo para o seu próximo carro. Ambos os sistemas têm seus méritos, e a escolha final dependerá do que é mais importante para você como motorista.

*Com dados de wikipedia